Home / Internet Services / Pensamento Ocidental e Cosmologias Ameríndias com Renato Sztutman e Gersem Baniwa

Pensamento Ocidental e Cosmologias Ameríndias com Renato Sztutman e Gersem Baniwa







Palestra “Pensamento Ocidental e Cosmologias Ameríndias” com Renato Sztutman, Gersem Baniwa e mediação de Paul Heritage, realizada no Sesc Vila Mariana, em abril de 2016, como parte da programação do seminário Utopia 500 anos.

Em discussão, a importância de se lançar o olhar para outras formas de existência (simbólicas e políticas) para além da predominância ocidental como possibilidade de outra organização social; ocidentalização do novo mundo.

O evento realizado pelo Sesc em parceria com o People’s Palace Project, instituição de arte independente inglesa e sem fins lucrativos voltada a projetos comunitários de caráter social, com apoio do British Council, organização britânica para educação e relações culturais, e do Queen Mary – University of London, apresentou um conjunto de discussões inspiradas no clássico livro “Utopia”, do escritor inglês Thomas More, com o objetivo de desvelar o contexto histórico de origem dos conceitos e do pensamento do autor, assim como perspectivas de análises contemporâneas relacionadas aos múltiplos sentidos do termo utopia.

O seminário contou com a participação de Gregory Claeys, Jerry Brotton, Joad Raymond, Paul Heritage, Adauto Novais, Bia Lessa, Danilo Cymrot, Eduardo Suplicy, Edson Passetti, Flora Sussekind, Gersem Baniwa, Lygia da Veiga Pereira, Marcus Faustini, Mércio Pereira Gomes, Muniz Sodré, Orlando Zaccone, Renato Sztutman e Ronaldo Lemos.

Renato Sztutman
Professor do Departamento de Antropologia da Universidade de São Paulo. É mestre (2000) e doutor (2005) em Antropologia Social pela USP, área de etnologia indígena. É pesquisador do Centro de Estudos Ameríndios (CEstA) e do Laboratório de Imagem e Som em Antropologia (LISA). Foi um dos fundadores e coeditou, entre 1997 e 2007, a revista Sexta-Feira.

Gersem Baniwa
Professor Adjunto da Faculdade de Educação e Diretor de Políticas Afirmativas da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). É doutor em Antropologia Social pela Universidade de Brasília (2006-2011). Recebeu Prêmio Capes de Tese 2012. Como liderança indígena militante foi dirigente da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (FOIRN), da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileia (COIAB) e Diretor-Presidente do Centro Indígena de Estudos e Pesquisas (CINEP). Entre muitas ações no campo profissional, foi Coordenador Geral de Educação Escolar Indígena do Ministério da Educação no período de 2008 a 2012.

Paul Heritage (mediador)
Professor de Drama e Performance da Queen Mary University of London. Por mais de duas décadas criou projetos artísticos em prisões no Brasil e no Reino Unido, alcançando milhares de pessoas, entre detentos, guardas e seus familiares, em projetos premiados ligados a questões como HIV/AIDS e direitos humanos. Como produtor, trabalhou com grandes instituições britânicas e levou algumas das mais importantes companhias artísticas brasileiras ao Reino Unido. Criou o Festa|Amazônia, um longo programa que envolveu centenas de participantes e milhares de espectadores em Londres e na região amazônica. De 2009 a 2012, realizou pesquisa financiada pelo AHRC sobre transferência de conhecimento entre artistas e jovens sediados em favelas e grupos comunitários britânicos. Paul foi também Produtor Executivo da Rio Occupation London, um projeto do Festival Oficial das Olimpíadas de Londres 2012, e foi um dos curadores do Olympic and Paralympic Cultural Forum e Arte sem Limites, um festival celebrando obras criadas por artistas britânicos com deficiência no programa londrino Unlimited. Dentre os programas de pesquisa prática que desenvolve continuamente estão Encounters Beyond Text: Art Transforming Lives, Fórum Shakespeare, que já foi realizado em cinco capitais brasileiras, e Pontos de Contato, um projeto de intercâmbio cultural para artistas, formuladores de políticas e financiadores culturais. Em 2004, foi nomeado Cavaleiro da Ordem do Rio Branco pelo Governo Brasileiro.

• 03:33 Início da fala de Gersem Baniwa
• 38:57 Início da fala de Renato Sztutman

source

Please Share this Post Via Social Media with Your Friends and Connections

Previous:

Next:

Scroll To Top